ONG, localizada em Betim, recebeu a certificação internacional pela Great Place to Work. É a primeira vez que a certificação acontece para entidades do Terceiro Setor.

A Instituição Social Ramacrisna que desenvolve há 58 anos, projetos culturais, educacionais e profissionalizantes como foco em jovens em situação de vulnerabilidade social, recebeu mais uma certificação, dessa vez internacional. A Instituição foi eleita pela Great Place to Work (GPTW) como uma das melhores organizações do terceiro setor para se trabalhar. Com essa ferramenta, pretende-se de divulgar os bons exemplos e  estimular outras empresas a melhorar seu ambiente de trabalho. Uma forma de chamar a atenção da sociedade da importância de um bom ambiente de trabalho.

A vice-presidente da Ramacrisna Solange Bottaro, declarou a importância desta conquista para a Instituição, que enobrece ainda mais o trabalho de todos que fazem parte da equipe. “O mesmo olhar que temos para os assistidos, temos para a nossa equipe. Esta conquista reforça nossa  ideologia e missão em ser referência para o Terceiro Setor”.

A certificação que foi dada através da pesquisa Melhores Organizações do Terceiro Setor para Trabalhar, da Great Place to Work (GPTW), tem como proposta, entender como estão as pessoas dentro das organizações. Todos os bons ambientes de trabalho da pesquisa são de acordo com a metodologia da GPTW (aprovação de pelo menos 70% dos colaboradores), para que essas empresas tenham seus esforços reconhecidos e ganhem visibilidade.