Evento tem diversas apresentações aberta ao público de Betim e região

De 25 a 27 de novembro, o Instituo Ramacrisna promove o Festival de Música Primavera, a programação inclui atividades exclusiva para os alunos da Orquestra Jovem Ramacrisna pela manhã, como aulas teóricas e práticas dos vários instrumentos. E atrações abertas ao público, mobilizando alunos, funcionários, famílias, comunidade e convidados no período da tarde. De acordo com a vice-presidente do Ramacrisna, Solange Bottaro, “o Festival Primavera valoriza as crianças e jovens da Orquestra perante a comunidade e ao mesmo tempo permite a troca com outros grupos musicais, ampliando seus horizontes”.

No primeiro dia de evento, dia 25, segunda-feira, 14h, haverá show do DoContra um quinteto formado por contrabaixistas da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais que se reuniram por serem apaixonados e engajados por suas profissões. O grupo de jovens musicistas procura difundir o som do contrabaixo e, em seus concertos, explorar todas as possibilidades de repertórios possíveis para o instrumento.

Na terça-feira a partir das 15h30 Lívia Itaborahy se apresenta com Augusto Cordeiro e promete encantar o público. Cantora lírica com formação na fundação Clovis Salgado, em 2014 Lívia participou do programa The Voice Brasil onde interpretou a canção Vieste de Ivan Lins, em 2016 como compositora e intérprete de mostras como Mulheres Criando e Sonora e em 2018 foi selecionada pelo edital do Sarau Minas Tênis Clube para interpretar Ivan Lins. Atualmente é intérprete convidada do programa de fados, tangos e clássicos da música Brasileira da Orquestra Ouro Preto e se apresenta com o Show SOY SOSA – Um tributo a Mercedes Sosa.

No último dia de Festival, 27 de novembro às 9h45 os amigos Mauro Dell’Isola e Guilherme Borges, que entre vários projetos compartilham uma banda de jazz, se uniram para apresentar dois violões de forma descontraída, como forma de aproximar o público da canção e do instrumento a dois, encorajando que se faça o mesmo: tocar junto, improvisar, viver e aprender música. O duo têm referências como Louis Armstrong, Tom Jobim, Wes Montgomery, Django Reinhardt, Baden Powell, Yamandu Costa, e apresentará canções e instrumentais de jazz, bossa, música brasileira e do mundo. Às 14h, o público poderá conferir a apresentação do grupo Outro Gato Gypsy Jazz, no repertório músicas que unem temas folclóricos, requinte jazzístico e improvisos e muita dança por parte do público.

E finalizando a noite, as 19h, é a vez da Orquestra Jovem Ramacrisna se apresentar. Sob regência do Maestro Eliseu Barros, a Orquestra foi fundada em 2005 com o objetivo de trazer para os participantes, com idades entre 9 e 25 anos, a beleza do universo da música clássica. Com o projeto, 60 músicos frequentam aulas de teoria musical e pratica em instrumentos de cordas, sopro e percussão.  Os renomados professores da família Barros ministram aulas por naipes: Alexandre (sopro), Elias (violino) e Wiliam (teoria musical, baixo, violoncelo) acompanham o Maestro Eliseu na missão de promover o desenvolvimento musical desses talentosos músicos.