Instituição também recebeu o certificado de adequação ao Padrão de Gestão e Transparência no Terceiro Setor

 

O Instituto Ramacrisna, organização sem fins lucrativos localizado em Betim, região metropolitana de Belo Horizonte, recebeu pelo terceiro ano consecutivo o selo “100 Melhores ONG’s” do Instituto Doar. A premiação é realizada pelo Instituto DOAR com apoio técnico dos Pesquisadores do CEAPG – Centro de Estudos em Administração Pública e Governo e CJP – Consultoria Jr. Pública, da FGV SP. Os ganhadores foram divulgados na noite dessa segunda-feira, 18, em São Paulo.

 

O processo de escolha começou em abril e neste ano, o Prêmio Melhores ONG’s registrou recorde de participantes, foram 757 inscrições, 12% a mais do que no ano passado. Sendo que 400 organizações foram para a fase final.

 

Além do selo “100 Melhores ONG’s”, o Ramacrisna acaba de receber o Selo Doar e o certificado de adequação do Padrão de Gestão e Transparência do Terceiro Setor, também concedido pelo Instituto Doar. O Ramacrisna recebeu o conceito A+, a mais alta nota concedida pelo Instituto que indica que dos 44 itens avaliados, mais de 40 são atendidas pelo Ramacrisna.

 

O objetivo do Selo Doar é incentivar, legitimar e destacar o profissionalismo e a transparência nas organizações não-governamentais, na forma de um atestado independente de sua adequação aos Padrões de Gestão Profissional e Transparência (PGT) a partir de um conjunto de critérios nacionais e internacionais desenvolvidos especialmente para a realidade brasileira.

 

Em ambas as premiações, foram avaliados critérios como:  Causa e estratégia de atuação, Representação e Responsabilidade, Gestão e Planejamento, Estratégia de financiamento, Prestação de contas e Comunicação. “Para toda a equipe e conselheiros do Instituto Ramacrisna, é uma honra enorme receber essas premiações. É um incentivo para que continuemos realizando nosso trabalho com excelência para uma sociedade mais justa e igualitária”, comemora Solange Bottaro, vice-presidente do Ramacrisna.

 

O Instituto Ramacrisna já havia recebido também o Selo ONG Transparente, cujo objetivo é atestar a transparência de informações das organizações sociais através da web. Solange Bottaro destaca a importância das premiações. “Em um país que conta com quase 800 mil organizações sociais, o selo do Instituto Doar cumpre o importante papel de garantir padrões verificáveis de qualidade na gestão e na transparência das organizações brasileiras. Financiadores, apoiadores e doadores encontram desta forma, um conjunto de organizações que passaram por uma avaliação isenta e bastante adequada para a tomada de decisões”.